TÓPICOS

Uma doença contagiosa e mortal: doença do consumo

Uma doença contagiosa e mortal: doença do consumo

Por Julio

É chamada de Doença de Consumo. Ela ocorre nas formas aguda e crônica.

Os sintomas são diversos: individualismo, competitividade, perda de solidariedade. Vícios, estados de estresse e comportamentos compulsivos são comuns.

Surgiu como consequência de ter imposto ao mundo uma cultura que prioriza ter coisas materiais, acumular fortunas e deter poder.

É contagioso. Ele se espalha em conversas, assistindo televisão, ouvindo rádio, lendo jornais e revistas.

É dissimuladamente mortal. Existem empresas que, para se alimentarem da doença do Consumo que elas próprias induzem e estimulam constantemente, atacam o planeta, pondo em risco a sobrevivência da espécie humana.

Essas corporações desmatam, poluem, envenenam, sugam petróleo, queimam carvão, constroem mega represas e usinas nucleares, destroem paisagens com mineração a céu aberto e fraturamento hidráulico. Sua ganância por lucro não tem limites ou considerações.

Em um mundo de tantas desigualdades e iniquidades, essa doença não respeita as idades nem as condições econômicas. Ele cria continuamente novas necessidades, tanto para aqueles que vivem na riqueza como na pobreza. Causa um estado de insatisfação permanente, pois sempre faz querer algo a mais.

É uma patologia que causa guerras, violência, danos de todos os tipos.

O que fazer?

Nunca fique paralisado ou seja um mero espectador. Todos temos que ser protagonistas, mobilizando-nos para a cura desta doença. Seria um hábito saudável refletir sobre o que consumimos todos os dias em casa, pessoalmente e em família.

Um hábito também transferido para o nosso ambiente de trabalho, para as instituições, para a nossa vizinhança.

É urgente alertar os povos ameaçados e construir uma nova cultura de amor à Vida, na qual cresçam e se desenvolvam novas gerações de cachorros humanos.

Isto é possivel?

Claro que sim!

Cada vez mais pessoas em diferentes áreas se conscientizam de que estamos inter-relacionados uns com os outros e com todas as formas de vida, que somos o Cosmos. A Nova Consciência de pertencimento está sendo gerada.

Isso nos dá esperança de que Alegremia se espalhe pelo mundo.

La Alegremia ajuda-nos a olhar para nós próprios, a olhar nos nossos olhos e a reconhecer a NIV, as Necessidades Vitais Indispensáveis: Ar puro, Água limpa, Alimentação saudável, Um abrigo digno, Amor nas relações, Espaços de arte para desenvolver todas as nossas potencialidades criativas .

La Alegremia promove Amizade, Harmonia, Aprendizagem, Atividade Física.

Temos uma maneira entusiástica de parar a Pandemia da Doença de Consumo. Como? Promovendo a Pandemia de Alegremia!

Não existe nenhum dispositivo de publicidade para isso. Você não precisa disso de outra forma. Não se trata de "desenvolver-se" ou ter, mas de viver plenamente.

É a força do amor pela vida que irrompe e triunfa.

Notícias de Alegrémicas

www.altaalegremia.com.ar


Vídeo: Infecciosas Aula #12 - Tuberculose Bovina (Setembro 2021).