TÓPICOS

10 ideias para alcançar o consumo responsável

10 ideias para alcançar o consumo responsável

1º Compre realmente o que precisa. Não consuma com os olhos! Compre apenas o que é útil para você e o que você vai usar. Quando você vai a uma loja e vê algo de que gosta, pergunte-se: vou usar isso? Desta forma, você evitará gastos desnecessários.

2º Informe-se sobre a origem dos produtos, sejam roupas, objetos ou alimentos. Para evitar dúvidas, compre em lojas de Comércio Justo. Observe os rótulos de cashmod nos produtos e veja de que materiais são feitos ou de onde vêm os alimentos. Além disso, pense que se você comprar em lojas de bairro e produtos que foram cultivados ou produzidos em locais próximos, seu deslocamento terá sido menor e, portanto, a poluição terá sido reduzida. É importante que, ao comprar, não pense apenas no produto. Com a sua compra, você ajuda o produtor e o vendedor. Portanto, fique longe de shopping centers e ajude as pequenas empresas. Além disso, iniciativas sociais como o cashmob podem tornar suas compras divertidas e responsáveis!

Ah! E se você vai comprar um computador, na Chewable eles te dão algumas idéias para que você possa fazer de forma sustentável e responsável.

3º Não se deixe levar pela moda ou pela publicidade. Seja crítico com as mensagens que os anúncios transmitem. Existem campanhas que comunicam ideias intolerantes e que não respeitam as mulheres. Você vai consumir produtos que carregam uma ideologia machista por trás?

4ª preocupação com o meio ambiente. Esteja ciente do desperdício de compras e consumo, e que a produção em massa degrada o meio ambiente. Pense que fazer compras não é lazer ou diversão e que essa atividade envolve a produção de uma grande quantidade de lixo, como plástico ou papelão.

5º Compartilhe o que você pode compartilhar. Você tem várias opções de troca de produtos: permuta e bancos de tempo. Ou, no caso de viagens, compartilhe um carro com seus amigos e faça uma viagem divertida e responsável!

6ª Alimentação sustentável. Comece a consumir produtos orgânicos, locais e sazonais. Você não só cuidará da sua saúde, mas também evitará que seu dinheiro vá para empresas como a Monsanto (pesticidas, OGM, ...) e cuidará do meio ambiente de forma indireta.

7º Aplique os 4 R's na sua vida: reduza, reutilize, repare e recicle!

Neste wiki Ecoportal você pode ver mais informações sobre o assunto. Além disso, consuma eletricidade ou água quando precisar e desligue a luz quando não precisar.

8º Não fique calado diante do que você não gosta! Como consumidor, você não só tem o direito de comprar, mas também de relatar o que não gosta. Se você conhece marcas que usam produtos químicos nocivos em roupas ou que têm suas fábricas em países onde os trabalhadores são explorados e em condições injustas, fale. Agora as redes sociais permitem que isso seja feito para que outras pessoas conheçam essas realidades!

9º Informar e educar sobre o meio ambiente: é preciso incutir nas gerações futuras a necessidade de preservação do meio ambiente. Se você leva a cultura a sério, descubra leituras que realmente trazem uma mensagem ou uma boa história. Descubra escritores como Virginia Woolf, uma defensora ferrenha dos direitos das mulheres; ou mergulhe na sombria história ditatorial da Oceania com o romance 1984 de George Orwell.
Se você quiser, dê uma olhada na compilação de filmes da Anistia Internacional sobre a situação das mulheres no mundo.

10º Não se contente com nenhuma informação. Existem programas que são exemplos claros de consumismo na televisão. Você quer isso ou está realmente procurando um entretenimento responsável? Além disso, quando se trata de se informar, escolha canais que sejam confiáveis ​​e que tenham conhecimento sobre a situação que lhe interessa. Hoje vivemos em um mundo onde o fluxo de informação é constante, então escolha meios onde eles relatem realidades sociais e onde o interesse geral prevaleça sobre o interesse do próprio meio. E não se esqueça de compartilhar as informações que você acha que deveriam ser conhecidas!

Econoticias.com

http://www.eco-noticias.com/


Vídeo: Consumo Responsável (Setembro 2021).